Qual a diferença entre plano de saúde e seguro saúde?

Ambos têm como objetivo a assistência médica a seus clientes, decida qual é o melhor para você ou sua empresa

 

Atualmente, o Brasil tem pouco mais de 208,8 milhões de habitantes, contabilizados pelo IBGE. Desse número, 70% depende exclusivamente do Sistema Único de Saúde (SUS) oferecido gratuitamente pelo Governo. Infelizmente, o atendimento médico e hospitalar público tem um quadro bastante prejudicado pelo baixo investimento com falta de médicos, recursos, leitos e medicamentos, e demora para marcar consultas e exames.

Buscando uma melhor assistência, mais de 47,9 milhões de beneficiários assinam contrato com opções particulares, segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

 

Diferença entre plano de saúde e seguro saúde

Entre as alternativas privadas estão os planos e os seguros de saúde. Para saber qual preferencialmente atende suas necessidades, um primeiro passo é conhecer o que difere um do outro.

 

O plano de saúde é oferecido por operadoras médico-hospitalares, que prestam serviço de acordo com a rede de atendimento credenciada, chamada cobertura ou abrangência, que pode estar em âmbito nacional. Em resumo, quem adere a um plano de saúde, fica restrito a médicos e hospitais cadastrados. Os planos são divididos em modalidades:

Individual – Destinado a uma pessoa, essa modalidade é pouco procurada devido aos altos preços e constantes reajustes anuais.

Familiar – O valor varia de acordo com o número de familiares inclusos no plano, idade e outras condições como doenças pré-existentes, entre outros.

Empresarial – Pode ser adquirida por empresas públicas ou privadas, de pequeno, médio ou grande porte, a partir de três vidas. Essa modalidade é contratada diretamente pela empresa e descontada da folha de pagamento.

Coletivo por adesão – Contratado por sindicatos, associações profissionais, conselho de profissões regulamentadas e oferecidos aos contribuintes.

O valor, rede credenciada e forma de atendimento variam de acordo com a prestadora e o plano escolhidos. O período de carência também tem variação conforme a urgência, podendo chegar a 24 meses.

 

O seguro saúde dá uma liberdade maior ao segurado, já que permite escolher, além da rede referenciada citada em contrato, o profissional ou hospital onde quer ser atendido, sem a exigência de serem cadastrados, e depois ter reembolso do valor pago pela seguradora. Vale para cirurgias, exames clínicos, tratamentos, consultas e internações. Essa opção ainda tem a mobilidade de o segurado receber atendimento em qualquer lugar do país ou do mundo, de acordo com as cláusulas do contrato.

Outra diferença do seguro em relação ao plano é, que confirmado o pagamento e dependendo do valor do reembolso a seguradora valida o contrato e já é possível realizar, por exemplo, uma cirurgia. Alguns procedimentos podem ter um período maior para aprovação, por isso, leia com atenção a apólice para evitar desentendimentos.

 

Vantagens

Pensando em vantagens, enquanto o plano de saúde ganha por ser um serviço pré pago, em que a maioria dos atendimentos são realizados sem ônus financeiro ao cliente, o seguro saúde fica a frente quando se procura por qualidade. Essa conveniência é atestada por quem já tem um plano e percebe, em muitos casos, demora para o agendamento de consultas ou problemas com atendimento devido a burocracias exigidas pelas operadoras.

Em momentos de emergência, o seguro tem mais benefícios, já que é possível procurar assistência em qualquer lugar, sem se preocupar se o médico ou hospital está credenciado. Um investimento que acaba valendo a pena, já que os valores pagos se encaixam

 

Como contratar o melhor plano ou seguro saúde

Se depois de avaliar prós e contras, a escolha for o plano de saúde, pesquise a situação da operadora pelo site da ANS, órgão que fiscaliza e regulamenta os planos e os seguros saúde.

Agora, se o seguro saúde for a preferência, o ideal é procurar uma corretora de seguros que irá orientar quais seguradoras mais combinam para atender suas necessidades.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *