A importância de seguros pessoais

A vida é cheia de imprevistos. Uma frase muito conhecida e totalmente verdadeira. Há ainda quem acrescente algo a mais nessa frase, e afirme que para os altos e baixos da vida só é preciso estar preparado.

Claro que ninguém pensa que um acidente possa acontecer e mudar todo o planejamento de vida. Quem quer planejar que em determinado momento irá passar por algum imprevisto e precise ficar sem trabalhar.

Por conta desse pensamento, as pessoas tem preferido contratar um seguro para seu veículo, ou para seu patrimônio, e deixam de lado aquele específico para a pessoa física. Esquecendo, que é preciso ter um meio financeiro para manter todos os bens materiais e que na falta desse respaldo, pode haver a necessidade de se desfazer deles.

 

O que é o seguro de acidentes pessoais?

Diferente do seguro de vida, que cobre a família do segurado em caso de morte natural ou acidental, o seguro de acidentes pessoais também pode ser acionado em vida, ou seja, se o segurado sofrer um acidente que o deixe impossibilitado de trabalhar por um certo tempo, a seguradora está responsável em fazer pagamentos periódicos, de acordo com o plano contratado.

E o que mais interessante, é que o valor de um seguro pessoal é bem mais em conta do valor de um seguro automotivo, por exemplo. Isso quer dizer, que é muito mais barato proteger a si mesmo. Dependendo do plano sugerido, é de se pensar em fazer os dois.

 

O que esse seguro cobre?

A cobertura do seguro de acidentes pessoais inclui indenização em caso de invalidez permanente, total ou parcial. Nesse caso, é preciso ter atenção às cláusulas do contrato para saber que nem todos os acidentes serão cobertos, dependendo do plano contratado.

Como curiosidade, os planos de seguro pessoal costumam ser os mais baratos do mercado. Dessa forma, é possível contratar coberturas complementares e ter mais tranquilidade durante esses imprevistos.

Além da indenização em vida, o seguro deve reembolsar despesas recorrentes de assistência médica-hospitalar e odontológica, para tratamento do acidente, desde que faça parte da cobertura do seguro e que o tratamento se inicie antes do prazo estipulado, em contrato, pela seguradora.

Por último, se o acidente resultar em morte, os beneficiários receberão o valor contratado pelo segurado.

 

Para quem esse seguro pode ser interessante?

Em geral, esse seguro é interessante para profissionais liberais e autônomos, que dependem estritamente do seu trabalho para receber os valores necessários para arcar com as todas as despesas.

Só quem recorre apenas ao seu trabalho, sabe a preocupação de ficar, até mesmo, um dia sem trabalhar, ainda mais se ver obrigado a ficar meses impossibilitado.

 

O seguro é para qual faixa etária?

Outra coisa interessante nesse seguro é que ele pode ser feito para qualquer pessoa a partir de 14 anos de idade. Informe-se se há um limite máximo de idade, determinadas seguradoras permitem que pessoas até 80 anos façam um plano voltado para essa idade.

 

Quem se beneficia com esse seguro?

Existem dois tipos de apólice, a individual e a coletiva:

Na individual, o segurado contrata diretamente o seguro, recebendo a indenização diretamente, em caso de acidente que resulte em invalidez. Em caso de morte acidental, os beneficiários indicados no contrato é que receberão o valor estipulado.

Esses beneficiários podem ser escolhidos aleatoriamente, podendo os nomes serem alterados em qualquer momento. No entanto, se houver morte e o segurado não tiver indicado qualquer beneficiário, o valor da indenização será entregue metade ao cônjuge, legalmente casado e a outra aos herdeiros, sendo que os filhos estão em primeiro lugar na ordem de sucessão legal.

Já a apólice coletiva é contratada por uma empresa ou qualquer outra associação. Se houver acidente, é a instituição contratante que representa o segurado. Esse, por sua vez, deve ter aceitado a adesão através de uma proposta de adesão.

 

Como contratar o melhor seguro?

Sempre existe uma dúvida ao contratar um seguro. Como saber qual seguradora irá cobrir todas as suas necessidades. Para isso, será preciso passar horas pesquisando cada um dos planos oferecidos e correr o risco de quando escolher, decidir errado.

Para evitar esses desconfortos, fale diretamente com um corretor de seguros. Um profissional capacitado a orientar o segurado a respeito de quais seguros são ideais para cada situação.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *