Seguro para equipamentos eletrônicos

Contratar um seguro para aparelhos eletrônicos é muito vantajoso em diversas situações

Os aparelhos eletrônicos vêm se tornando cada vez mais úteis em um mundo de redes sociais, mídias eletrônicas e a necessidade urgente da produção e compartilhamento de informações pela internet. Difícil é conhecer uma pessoa que não seja dono de, ao menos, um aparelho, seja para uso pessoal ou profissional.

O uso de celulares, por exemplo, colocou o Brasil como o 5° no ranking global de tempo dispendido, segundo o relatório Estados de Serviços Móveis, divulgado pela App Annie, consultoria em dados sobre dispositivos móveis.

Seguindo a linha de rankings, o Brasil também alcança um lugar considerável, como o 2° maior país, porém a pesquisa da F-Secure, empresa de segurança, mostra o índice mundial de roubos e perdas de dispositivos móveis, incluindo smartphones e tablets, com 25% dos brasileiros afirmando já terem sido vítimas de furto ou terem perdido o aparelho. Isso sem citar danos físicos, elétricos e por água.

Avaliando as muitas utilidades e os custos, é mesmo desesperador quando algo assim acontece a um aparelho e o usuário se vê sem uma saída, que não seja investir novamente em um novo, muitas vezes ainda pagando o anterior.

Para não passar por esse problema, a melhor solução é contratar um seguro para proteger seu aparelho eletrônico de roubos e danos, seja smartphone, smartwatch, tablet, notebook, netbook, ultrabooks, macbooks, videogames portáteis, filmadora, câmera fotográfica, entre outros.

 

Como funciona o seguro para equipamentos eletrônicos

Assim como todo seguro, existe a cobertura básica, as modalidades adicionais e os cuidados que devem ser tomados para evitar os riscos excluídos, podendo ser negada a indenização por parte da seguradora.

As seguradoras diferem em relação às coberturas, algumas incluem como itens básicos o que outras colocam como opcionais.  É por essa razão, que antes de assinar o contrato de seguro, é muito importante ler todas as cláusulas e conhecer exatamente o que está coberto, para não passar por uma situação desagradável quando for acionar a seguradora por conta de um sinistro.

Saiba, no geral, como cada cobertura funciona:

Cobertura básica:

A cobertura básica resguarda o aparelho de danos físicos ocasionados por acidente, incêndio, queda de raio, impacto de veículos e furto por arrombamento ou roubo.

Algumas seguradoras têm a modalidade de roubo ou furto como cobertura adicional, informe-se com o corretor.

Coberturas adicionais

Nas coberturas adicionais está incluso proteção contra danos elétricos, danos por água ou líquido, garantia internacional e ainda há a cobertura para aparelhos alugados, em que é indenizado o valor do aluguel ou reembolso.

Riscos excluídos

Mesmo que o seu aparelho esteja segurado, é necessário continuar tendo os mesmos cuidados, como se não fosse. Isso, porque para alguns acidentes a seguradora pode negar a indenização e não vale a pena pensar em fraudar a situação, pois é feita uma investigação detalhada.

Fraude em seguro é um crime previsto no Código Penal Brasileiro, artigo 171, com pena de reclusão de um a cinco anos e multa.

Então, se por negligência o aparelho cair, quebrar, amassar ou arranhar, a cobertura é negada. Do mesmo jeito, se esquecer o aparelho em algum lugar e ele for furtado, o seguro não cobre. Outro risco excluído é se houver sobrecarga de energia ou por uso excessivo ou inadequado do aparelho.

Também é passível de negação do seguro se houver atos ilícitos praticados pelo segurado, por beneficiários, representantes ou por funcionários. E se o problema do aparelho já existir antes do seguro ser contratado, é excluído, podendo ser autuado.

 

Como evitar ser excluído do seguro

Algumas medidas de precaução devem ser tomadas para garantir a proteção do seu equipamento no dia-a-dia. São atos simples, porém bastante significativos:

– Usar capas de proteção;

– Ter atenção com a segurança de bolsas e mochilas onde o aparelho for levado;

– Não colocar outros objetos junto ao aparelho dentro do bolso, como chaves, que podem causar arranhões;

– Aparelhos na mão têm o risco em dobro de serem roubados ou de sofrerem acidentes. Redobre o cuidado;

– Nunca despache seus equipamentos junto com a bagagem, prefira levar como bagagem de mão;

– Se levar à praia, não deixe próximo à agua, exposto ao sol ou sem atenção;

– Aplicativos de localização e rastreamento são bastante úteis.

Mais vantagens do seguro

Além de proteger o aparelho eletrônico, as seguradoras oferecem serviços extras         de suporte, o chamado Help Desk, que irão ajudar em caso de problemas solucionáveis por atendimento telefônico, com assistência em todo o Brasil.

Como contratar o seguro

Para contratar o seguro é preciso apresentar a nota fiscal, com informações como a marca do produto, modelo e série e se a compra tiver sido feita em outro país, é exigido o documento fiscal conforme emitido pelo local de origem e a fatura de venda.

No caso do aparelho ter sido um presente ou a nota fiscal estiver no nome de outra pessoa, o segurado precisará apresentar um documento que comprove onde o produto foi adquirido ou uma carta de doação.

Como saber qual seguro contratar

Existem muitas seguradoras, com planos diversos e cláusulas variadas, tornando mais difícil a pesquisa sobre qual a mais indicada para segurar seus aparelhos eletrônicos.

O mais indicado é consultar o corretor de seguros, um profissional qualificado e instruído para recomendar qual tipo de apólice se adequa às necessidades do segurado em todos os sentidos.

Consulte quem já tem 20 anos de experiência no mercado de seguros e vai atender com qualidade e excelência, sempre que o cliente precisar, entre em contato com a Ransom Corretora de Seguros e proteja já seus equipamentos.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *