O que é e para que serve o seguro para obras ou seguro de riscos de engenharia?

O que é e para que serve o seguro para obras ou seguro de riscos de engenharia?

O projeto de uma construção precisa seguir um passo a passo para ser mais que um desenho bem feito no papel. Ter uma visão de como deve ficar é importante, porém existem mais detalhes para chegar a um resultado final satisfatório.

O primeiro deles é fazer um orçamento mais minucioso e colocar na ponta do lápis custos com material, mão de obra e possíveis imprevistos, como material excedente, quebra de material, acabamentos, atrasos por vários motivos, acidentes com pessoas e máquinas. A contratação de um seguro de Risco de Obras poderá eliminar ou amenizar as despesas com o imprevisto e evitar que o sonho vire um pesadelo sem fim.

A contratação de um seguro que garante a indenização de danos durante a construção pode evitar despesas não previstas no planejamento e proporcionar redução nos custos. As seguradoras ofertam o seguro de Riscos de Engenharia, ou seguro para obras, é all risks, ou seja todos e qualquer evento de origem súbita e imprevista tem cobertura, exceto os citados no contrato como excluídos.

Existem três modalidades do seguro, são elas: obras civis em construção (OCC), instalação e montagem (IM) e quebra de máquinas (QM). Em certos casos, há a necessidade de se contratar as três modalidades em uma mesma obra.

 

Como escolher a melhor seguradora?

 Importante recorrer a uma consultoria em seguros, especializada em analisar o risco, desta forma poderão orientar qual a seguradora e a melhor opção de contratação.

Profissionais atualizados e atentos às mudanças do mercado irão oferecer produtos e serviços direcionados especificamente às necessidades da sua obra. Dessa forma, há uma neutralidade nas propostas de contrato e agilidade na elaboração de estudos e diagnósticos técnicos.

Segurança, agilidade, profissionalismo, neutralidade, são algumas das muitas vantagens de procurar pela assessoria de uma consultoria de seguros.

 

O seguro tem cobertura básica e adicional?

Na cobertura básica estão:

  • Aqueles próprios da construção como danos físicos causados por acidentes, incluindo incêndio, erro de execução.
  • Roubos e furtos qualificados são um problema para o setor da construção da civil. Eles causam prejuízos e atrasos.
  • Temporada de chuvas, alagamentos, ventos fortes, raios, queda de árvores são fenômenos naturais difíceis de serem previstos, mas que estão entre os itens cobertos pelo seguro como riscos da natureza.
  • Impacto de veículo e até queda de aeronaves estão inclusos na cobertura básica.

 

Dependendo do projeto, é importante contratar coberturas adicionais, que cobrem problemas tanto durante, quanto depois da obra. Entre elas estão:

 

  • Danos por erro de projeto. Se o projeto não for feito da forma correta, podem acontecer erros durante a compra e transporte de materiais, atrasos durante a reposição e reparos que causam prejuízos.
  • Responsabilidade civil. Dentro desse item incluem a geral cruzada e a empregador. A primeira, garante danos materiais e corporais causados a terceiros, empreiteiros e subempreiteiros também estão protegidos. A segunda diz respeito a acidentes ocorridos no local de risco que causem morte ou invalidez.
  • Danos morais a partir de eventos cobertos na apólice contratada.
  • Perdas financeiras de terceiros relacionados a danos durante a obra.
  • Despesas com entulho. O seguro cobre despesas como remoção, transporte e descarregamento em lugar adequado.
  • Despesas com sinistros. Se houver ocorrência de sinistros há a garantia de reembolso das despesas.
  • Danos a equipamentos e ferramentas de pequeno e médio porte como furadeiras, marretas, entre outros.
  • Danos acidentais a equipamentos e máquinas móveis ou fixos.
  • Incêndio que possa acontecer após 30 dias da entrega da obra.
  • Danos a uma parte da obra depois de finalizada, obras concluídas.
  • Danos a obras temporárias como barracões, andaimes e containers.
  • Tumultos, greves e lockout.
  • Transporte de materiais a serem incorporados à obra.
  • Propriedades preexistentes
  • Manutenção ampla, que cobre danos após 180 dias, período de manutenção.

 

Por que um Seguro pode garantir o sucesso no seu evento?

Eventos podem ser lucrativos e interessantes, mas podem também trazer prejuízos. Por isso, precisam de organização e segurança para terem sucesso

O setor de eventos vem crescendo mesmo com a economia tentando se recuperar. A Associação Brasileira de Empresas e Eventos (Abeoc), apontou um crescimento de 14%. Segundo o site do Ministério de Turismo, só este ano estão programados 789 eventos em todo o Brasil.

Esse crescimento acontece, porque muitas empresas têm visto os eventos como importante ferramenta de marketing. Uma das estratégias escolhidas é o live marketing, ou o marketing “ao vivo”, em que há uma interação imediata com o público. Um estudo da Associação de Marketing Promocional (Ampro), mostrou que esse segmento live movimenta R$ 49,7 bilhões no país.

O investimento em eventos cria novas oportunidades de negócios, aumenta a oferta de empregos formais e informais, aquece o turismo e favorece o setor de hotelaria.

 

Como garantir o sucesso de seu evento na pratica?

Para garantir sucesso em um evento, indiferente do tipo ou tamanho, é preciso ter todos os detalhes minuciosamente pensados e planejados. A melhor data, o público-alvo, o local mais adequado, melhores fornecedores, a equipe que estará envolvida, possíveis patrocinadores, a estrutura física e tecnológica, tudo previamente organizado e anotado. Programar cuidadosamente garante a credibilidade da empresa organizadora, a confiança de todos envolvidos e a satisfação final do público. Para o fim ser perfeito, os meios devem ser bem administrados. O caminho do sucesso no final depende disso.

 

Check-list

A melhor estratégia inicial é montar um check-list. Fazer uma lista com todos os pontos essenciais, seguida de contatos e informações precisas auxilia bastante o trabalho.

 

Local

Definir o local do evento deve ser o primeiro item da lista, logo depois de escolhido o objetivo ou tema. Tendo esse assunto resolvido, fica mais fácil pensar em datas, orçamentos, patrocínios, números.

 

Segurança

A segurança precisa ser fator em destaque na lista de assuntos a se resolver na organização de um evento. Escolha o lugar com espaço adequado, saídas e equipamentos de emergência devem ser checados e a contratação de uma equipe de segurança capacitada deve ser vista com atenção.

 

Público-alvo

Quem deve ser esperado durante o evento.

 

Equipe

Investir em uma equipe qualificada faz toda a diferença. São pessoas e empresas fornecedoras que vão trabalhar comprometidas com o resultado satisfatório.

 

Como prever imprevistos e cobrindo prejuízos?

 Ainda que o evento seja bem planejado, imprevistos podem acontecer:

Atrasos ou danos na montagem e desmontagem; problemas com o trânsito, com a fiação, com a estrutura, utilização dos equipamentos, danos ao local; acidentes envolvendo funcionários ou público, processos por danos morais, responsabilidade civil; explosões, incêndios, irregularidades no uso de fogos de artifício; condições climáticas (se o evento depender disso); possível cancelamento, atraso na entrega dos fornecedores, falta de palestrantes ou artistas.

Infelizmente, são vários os fatores que podem transformar um planejamento de sucesso em uma sucessão de acontecimentos inesperados.

 

Tipos de eventos

 Na internet foram listados mais de 120 tipos de eventos existentes. Eles foram divididos dentro de quatro tópicos principais que são, os eventos corporativos, como palestras, congressos, conferências, simpósios, feiras, entre outros. Eventos sociais, em que estão os casamentos, formaturas, bodas. Eventos culturais, shows, concertos, concursos, rodeios, exposições. Eventos religiosos, que reúnem fiéis em shows, retiros espirituais, cultos, caminhadas, festas. Eventos políticos, com destaque para comícios e convenções. Eventos esportivos, corridas, competições, campeonatos, atividades de lazer, gincanas.

Cada um precisa de um seguro detalhado, com uma cobertura completa direcionada a uma situação específica.

 

Como escolher o melhor seguro?

 Para evitar uma longa dor de cabeça e prejuízos representativos, quem é responsável por um evento deve pesquisar e incluir a contratação de uma boa companhia de seguros. O ideal é recorrer a uma consultoria em seguros, (https://ransomseguros.com.br/produtos/seguro-para-eventos/) onde o responsável pelo evento terá assessoria para escolher a seguradora e a melhor opção de contratação que cubra todos problemas que venham acontecer.

Segurança, agilidade, profissionalismo, neutralidade, são algumas das muitas vantagens de procurar pela assessoria de uma consultoria de seguros.

Profissionais atualizados e atentos às mudanças do mercado irão oferecer produtos e serviços direcionados especificamente às suas necessidades.